Recursos da Escola Serviços Públicos de Apoio Escolar Forum Notícias da Educação Notícias da Escola
Espaço do Professor
Consulta ao Boletin Escolar

Quantidade de Páginas visitadas


Orgãos Colegiados da Escola


EQUIPE DE DIREÇÃO


* ANA ROSA GREGORIO - Diretora

* EDNA GONÇALVES DA SILVA- Diretora-Auxiliar

* IVANIR PIETROBON DOS SANTOS - Diretora-Auxiliar

* ROZANE SECCHI - Diretora-Auxiliar



PERFIL DA EQUIPE DE DIREÇÃO

As escolas de Ensino Fundamental e Médio são gerenciadas por dirigentes com curso superior completo fora da área de Administração Escolar e com um número cada vez maior de pós-graduados que já participaram de capacitação ou treinamento em gestão escolar. Existe uma tendência de melhora no aproveitamento dos alunos quanto melhor for à formação do gestor e do processo de escolha por colegiado ou concurso público (SAEB/95p).
Um diretor capaz de exercer liderança educacional pode determinar a diferença entre uma escola estagnada e uma escola em movimento. Administrar é uma dimensão essencial da liderança, pois envolve gerenciar recursos financeiros, desenhar, implementar, acompanhar e avaliar planos, organizar, prover, facilitar e criar condições favoráveis ao aproveitamento dos alunos. Mas, a administração de uma escola vai, além disso, o diretor que atua como líder educacional, influencia diretamente o comportamento profissional dos educadores. Focaliza em primeiro plano as pessoas. 
Está em contato direto com as pessoas para que sintam que a Escola lhes pertence. Deve ser fonte de inspiração, incentivo e apoio técnico. Tem que saber estimular a criatividade, mas ao mesmo tempo estabelecer padrões, confrontar, corrigir e capacitar, valorizando o desempenho dos professores, pois o reconhecimento os motiva a fazer cada vez melhor o seu papel. O diretor-líder é capaz de extrair o máximo de sua equipe de profissionais, construindo um sonho em conjunto, incentivando o grupo a descobrir o que é possível fazer para dar um passo adiante; auxilia os profissionais a melhor compreender a realidade educacional em que atuam, a tomar decisões sobre prioridades baseando-se nesta compreensão, e a empreender, em conjunto, ações para colocá-las em prática. O diretor organiza a jornada escolar, abrindo espaço para reuniões dos docentes; estimula o debate em grupo de problemas pedagógicos, a fim de que os professores reflitam sobre sua prática e experimentem novas possibilidades, pois falando e discutindo sobre as dificuldades e os erros é que se aprende e se constrói novos conhecimentos a partir deles. O diretor também precisa ser um grande comunicador, capaz de mobilizar e articular os mais diferentes setores em torno das funções da escola. Convence e orienta os pais tanto na forma de trabalhar com os filhos como a ser voluntário na Escola; busca, mapeia e agrega organizações sociais e culturais da comunidade para desenvolverem ações complementares junto aos alunos; enfim, é aquele que tem a função de trazer à tona o potencial de cada pessoa ou instituição e criar aquela magia na Escola, onde ninguém pára de aprender.
Deve mobilizar os recursos humanos para os objetivos certos, na hora certa, de modo certo. Isso implica em levar as pessoas a compreenderem os objetivos que foram fixados no planejamento, em resolver problemas de coordenação entre as atividades, em treinar as pessoas para um melhor desempenho, em infundir entusiasmo e energia nos colaboradores. Resume-se a ação do diretor, a três palavras: Liderança, Comunicação e Motivação. Liderar quer dizer envolver as pessoas nos objetivos maiores, obter seu empenho e cooperação espontânea para a realização desses. Para isso, é necessário que o grupo de pessoas receba as informações adequadas, saibam o porquê de cada atividade, sejam ouvidas em suas dificuldades, partilhem na definição dos objetivos, ou ainda que sejam consultados sobre eles. Motivação, por outro lado, quer dizer, levar as pessoas a empenhar energia e entusiasmo para realizar as tarefas com a maior eficiência; para isso é necessário se promover na Escola, um clima de trabalho no qual se sintam gratificadas e valorizadas e é necessário também que percebam a importância da tarefa e de sua atuação para realizá-la.
Além destas características os gestores de uma escola não podem perder de vista que uma instituição de ensino pública deve sempre considerar como fundamento de toda a sua prática pedagógica, a possibilidade de mudança nas estruturas que norteiam a sociedade, ou seja, deve-se primar por uma educação capaz de formar alunos aptos a, partindo do conhecimento científico, transformar as condições sociais da população, ou seja, faz-se necessário uma educação emancipadora.










Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito